O acervo da Fundação para a Ciência e Tecnologia faz 10 anos. O objetivo é guardar a informação que está disponível hoje na Internet, para que possa ser consultada no futuro.

O arquivo.pt quer preservar o património da web portuguesa. Para isso, junta informação das páginas com o domínio “.pt” e a informação de todos os outros domínios em língua portuguesa ou que é reconhecida como de interesse para a comunidade portuguesa.
A página está acessível a todos e é um projeto aberto e colaborativo. João Gomes, diretor da área de Serviços Avançados de Computação Científica Nacional da Fundação para a Ciência e Tecnologia, lembra que todos podem sugerir páginas para serem arquivadas e, assim, sobreviver ao tempo.
Este é um dos arquivos de conteúdos digitais mais avançados do mundo, já que “permite pesquisar não só pelo endereço, mas por termo”.
O décimo aniversário do arquivo.pt foi assinalado no dia 8 de novembro, no Pavilhão do Conhecimento. José Pacheco Pereira, também ele criador de um arquivo, o Ephemera, será um dos convidados.
(in https://www.tsf.pt/sociedade/interior/arquivopt-viajar-pelo-passado-da-internet-em-portugues-8899478.html)