O Jornal Económico reuniu um painel de empresas e empresários que abordaram as mais-valias da Madeira enquanto local de investimento. Saiba também quais as soluções sugeridas para enfrentar a crise económica provocada pela Covid-19.

1 – O que faz da Madeira um bom local para investir?

2 – Como tem a vossa empresa rentabilizado o investimento feito na Madeira?

3 – O que é necessário para a economia da Madeira recuperar da crise económica  causada pela Covid-19?

1. Os madeirenses, sem dúvida nenhuma. O maior ativo do arquipélago, são as pessoas, sua formação e competências. A Madeira é um dos melhores destinos turísticos do mundo, não apenas pela sua beleza natural, mas porque tem havido um desenvolvimento de nichos que a potenciam e isso é resultado de boas decisões de gestão.

2. Não há dois mercados iguais, o da Madeira não foge à regra. Todos eles proporcionam desafios diferentes e importantes. Uma coisa é comum, hoje: o mundo empresarial vai mudar e este novo mundo pós-Covid-19 terá muitas e novas oportunidades. Estamos na linha da frente com uma ‘vacina’ para apoiar os clientes numa transformação digital, não à bruta como ocorre nos dias de hoje, mas brutal, porque temos soluções e serviços de gestão documental modernos e eficazes. Será essa a grande oportunidade não só de rentabilizar o nosso investimento na Madeira, mas para todos os nossos clientes.

3. Diria que o essencial é que os nossos governantes não cometam muitos erros e rapidamente comecem a permitir a abertura setorial da atividade económica. Assim que a aviação começar as suas operações, a indústria hoteleira irá por arrasto e isso serão boas notícias para a Madeira. Apesar da crise, há muitas oportunidades neste momento, tornar os negócios mais eficientes digitalmente é uma delas e uma que, certamente, irá ajudar as empresas madeirenses a reagir rapidamente assim que comecemos a retomar a vida normal.

Paulo Veiga

(in https://leitor.jornaleconomico.pt/download?token=eaf16f9bc5814f3267f3f66443cce51b&file=ESP_SUP_2038.pdf)