O Museu de Portimão é considerado como Museu de Influência, no livro “Revisitando Museus de Influência”, que acaba de ser publicado pela editora inglesa Routledge Area Studies.

A obra, editada por Mark O’Neill, Jette Sandahl e Marlen Mouliou, aborda os 50 mais relevantes museus que, nos últimos 40 anos, entre 1979 e 2019, se têm candidatado aos Prémios Museu Europeu do Ano (EMYA) e Museu Conselho da Europa, organizados pelo European Museum Forum-EMF e pelo Conselho da Europa.

O livro demonstra que a excelência pode ser encontrada em museus muito diversos, independentemente do seu tema, escala ou fonte de financiamento.

O Museu de Portimão, que foi considerado, em 2010, como Prémio Conselho da Europa, é apresentado pela júri holandesa Jouetta van der Ploeg.
José Gameiro, diretor científico do Museu de Portimão, que foi júri do EMYA, apresenta os museus de Liverpool e MUCEM de Marselha, igualmente distinguidos como Museu Conselho da Europa, em 2013 e 2015.

Escritos por profissionais de renome no campo da museologia, que foram júris do Prémio Museu Europeu do Ano, os textos descrevem museus que tiveram, ou deveriam ter tido, uma influência em outros museus ao redor do mundo. Os retratos de cada museu pretendem captar o momento em que esse potencial foi identificado, e a introdução irá localizar as instituições na história mais ampla dos museus na Europa ao longo do período, bem como salientar temas comuns de mudança e inovação que os unem.

Fornecendo retratos muito diversos, Revisiting Museums of Influence captura a imensa capacidade do museu de responder às mudanças nas necessidades da sociedade.

Como resultado, o livro será uma leitura essencial para estudantes de museologia e profissionais de museus em todo o mundo na formação dos museus que desejam criar. Académicos e estudantes de história da arte, arqueologia, etnografia, antropologia, estudos culturais e visuais, arquitetura, estudos de memória e história também encontrarão muito que os interesse.

Se quiser saber mais sobre o livro ou comprá-lo, clique aqui.

Devido ao período de confinamento, o Museu de Portimão está agora de portas físicas fechadas, mas aberto a visitas virtuais, seja na sua página de Facebook (onde até há passatempos educativos), seja no seu site.

Nestes dois locais, terá acesso a exposições online, oficina educativa, arqueologia, restauro, visita virtual ao Museu, edições online e ao catálogo online do Centro de Documentação.

(in https://www.sulinformacao.pt/2021/01/museu-de-portimao-entre-os-50-mais-influentes-museus-da-europa/)