A EAD prevê vendas no valor de 100 mil euros na Madeira.

A EAD – Empresa de Arquivo de Documentação,  dedicada à gestão documental em regime de outsourcing em Portugal, e líder de mercado, prevê crescer 80% em vendas, para os 100 mil euros, na Madeira.

“Desafiante foi a palavra matriz no decorrer do ano de 2020, no entanto, com os desafios, surgem as oportunidades. Desta forma, tentámos ajudar os nossos clientes na região da Madeira a darem passos decisivos na transformação digital dos seus processos de negócio, ao apresentarmos soluções inovadoras de digitalização de correio e tratamento de faturas, conciliando eficiência com teletrabalho, de modo a estar à altura das expetativas dos mesmos”, disse Paulo Veiga, CEO da empresa.

A empresa refere que o Plano de Recuperação e Resiliência, alocado para a Madeira, terá disponível quatro milhões de euros, para apoio à digitalização das empresas e 114 milhões de euros para a transição digital, sublinhando que “a aposta recai no reforço da equipa comercial, sendo que o objetivo está fixado em atingir os 100 mil euros e, desta forma, aumentar as vendas em 80%. Em 2020, a companhia digitalizou mais de 94 mil imagens na região, prevendo digitalizar, em 2021, 500 mil páginas”.

A EAD há 12 anos que desenvolve a sua atividade no arquipélago da Madeira, contando já com 40 clientes na região autónoma. Tem um centro de operações localizado no Caniço, com uma área de 700 metros quadrados e capacidade para cerca de 100 mil pastas de arquivo.

Com a projeção de crescimento da empresa a EAD diz que pretende prosseguir “o seu objetivo de potenciar o desenvolvimento desta região autónoma e disponibilizar aos seus clientes, acionistas, fornecedores e parceiros um serviço de excelência, consolidando também as suas operações na Madeira”.

(in https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/ead-preve-crescimento-de-80-na-madeira-em-2021-717503)